08
nov

Facebook, qual o teu futuro?

Há tempo o Facebook deixou de ser somente uma rede social para gerar curtidas e compartilhar fotos, vídeos e textos. Atualmente, o futuro da plataforma está voltado mais na área de inteligência artificial e realidade virtual. Mas, com o crescimento de outras ferramentas como o Instagram houve uma queda no tempo médio de utilização do Facebook. Será uma fase ou o início do fim?

Após dez anos, o real motivo do Facebook ainda continua fazer com que as pessoas que tem uma conexão com a internet possam estabelecer contatos entre elas. Para que este objetivo seja possível, são necessários acessibilidade, disponibilidade e conscientização no uso da ferramenta.

A respeito do futuro, vídeos continuarão a ser mais importantes que fotos. Serão compartilhadas nossas sensações e emoções com as pessoas com mais interatividade. Uma das principais adversidades de hoje é a lentidão da plataforma. Por exemplo: Se você clicar no link de uma notícia (no Facebook), pode levar mais de dez segundos para carregar. Por essa razão, muitas pessoas abandonam o aplicativo, antes da página carregar.

O layout começa a ser obsoleto e poluído, dando mais espaço a aplicativos mais práticos e imediato como o Instagram. Olhando na perspectiva futura o Facebook está anunciando grandes mudanças como as ferramentas de Realidade Aumentada, junto ao uso do Oculus Rift, que promete muito bem.

Nossa dica é não abandonar esta plataforma, pois mesmo se está passando por uma fase de crise, ainda é a mãe de todas as redes sociais, a que possui mais usuários cadastrados e a que detém o mais completo banco de informações sobre os usuários, podendo prever todas as necessidades dos mesmos com antecedência. Por aqui estamos ainda confiantes no futuro do Facebook e na renovação das suas ferramentas, e com certeza ansiosos para conhecer as novidades!